PUBLICIDADE


Ministro Barroso diz ser contra adiar eleições para 2022


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse ser contra as propostas que preveem adiar as eleições municipais de 2020 para 2022. As declarações foram dadas em entrevista ao portal UOL nesta segunda-feira (06).

Questionado sobre o impacto da pandemia no calendário eleitoral de 2020, Barroso disse que o TSE monitora o avanço da epidemia e que vai aguardar até junho para que uma decisão seja tomada.

Barroso defende que, se houver adiamento das eleições municipais, que elas sejam pelo menor período de tempo possível e disse ser totalmente contra realizá-las em 2022, juntamente com as eleições gerais. Ele disse que isso seria uma “fraude” à decisão dos eleitores em 2016 que deram mandatos de apenas quatro anos para os eleitos.

Postar um comentário

0 Comentários